top of page

Herança Garantida: Conheça os Direitos dos Herdeiros Necessários na Lei Brasileira

Direitos dos Herdeiros Necessários: Entendendo a Sucessão no Brasil


Quando alguém morre, a distribuição de seus bens pode gerar muitas dúvidas e confusões. No Brasil, a lei define regras claras sobre quem tem direito a receber parte da herança, garantindo a proteção de certos familiares próximos do falecido, chamados de "herdeiros necessários". Aqui, vamos explicar de forma simples quem são esses herdeiros e quais são seus direitos.


  • Quem são os Herdeiros Necessários?


Os herdeiros necessários são aqueles que a lei brasileira protege, garantindo que recebam uma parte da herança, independentemente do que possa estar escrito em um testamento. Eles são:


1. Os descendentes: filhos, netos, bisnetos, etc.

2. Os ascendentes: pais, avós, bisavós, etc.

3. O cônjuge: marido ou esposa, e em alguns casos, o companheiro ou companheira em união estável.


Esses herdeiros são tão importantes que a lei reserva para eles pelo menos metade do que o falecido deixou, conhecida como a "legítima".


  • Quais são os Direitos dos Herdeiros Necessários?


1. Direito à Legítima:

A legítima é a parte da herança da qual os herdeiros necessários não podem ser privados. Esse valor corresponde a 50% de todos os bens deixados pelo falecido. O que isso significa na prática? Mesmo que o falecido tenha feito um testamento distribuindo seus bens de maneira diferente, metade do patrimônio deve ser dividida entre os herdeiros necessários.

2. Direito de Representação:

Se um dos herdeiros necessários morre antes do falecido (por exemplo, um filho que morre antes de seus pais), seus descendentes podem entrar na linha de sucessão no lugar dele. Isso é chamado de "direito de representação". Por exemplo, se um filho falecido tivesse três filhos, esses netos receberiam a parte que seria do pai deles.

3. Direito à Herança mesmo com Testamento:

Como mencionado, mesmo que exista um testamento, os herdeiros necessários têm assegurada a sua parte legítima. Isso significa que o testador só pode dispor livremente da metade de seus bens (a parte que não é a legítima).

4. Proteção Contra Exclusão e Deserdação:

Herdeiros necessários só podem ser excluídos da herança ou deserdados em casos muito específicos previstos por lei, como por exemplo, se tiverem sido autores de crimes contra quem deixou a herança ou contra seu cônjuge.


  • Conclusão

Entender os direitos dos herdeiros necessários é fundamental para garantir que a vontade do falecido seja respeitada, ao mesmo tempo em que se protege a parte da família que a lei considera mais vulnerável diante da perda. Essa proteção legal busca preservar não apenas o patrimônio, mas também a integridade e o suporte financeiro dos familiares mais próximos. Se você está lidando com uma situação de herança, é sempre recomendável buscar a orientação de um advogado especializado para navegar pelas complexidades da lei de sucessões.


A partir da próxima semana efetuaremos produções textuais sobre 50 temas do Direito Sucessório, caso fique alguma dúvida entrem em contato clicando








3 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page