top of page

Direito Sucessório – Perguntas e Respostas 3: "Explorando Aspectos Mais Complexos da Herança"


Sejam bem-vindos ao terceiro artigo da nossa série sobre Direito Sucessório! Aqui, vamos explorar questões mais complexas e comuns que surgem quando se trata de heranças e testamentos. Continuamos comprometidos em descomplicar esses temas para você. Vamos lá?


3.1 O que são herdeiros colaterais e quando eles herdam?


Herdeiros colaterais são aqueles relacionados ao falecido por laços que não são de descendência direta ou ascendência, como irmãos, tios e primos. Eles são chamados para herdar apenas na ausência de descendentes (filhos, netos) e ascendentes (pais, avós) do falecido, além do cônjuge. A ordem segue de irmãos para tios e, por fim, primos.


3.2 O que é inventário e qual sua importância?


O inventário é o processo de levantamento e avaliação de todos os bens deixados pelo falecido. É essencial para formalizar a transferência da posse dos bens aos herdeiros e para o pagamento de eventuais impostos sobre a herança. O inventário pode ser judicial, quando há desacordo entre os herdeiros ou quando envolve menores de idade, ou extrajudicial, realizado em cartório quando todos os herdeiros são capazes e concordam com a partilha.


3.3 Posso doar todos os meus bens em vida para evitar a partilha na herança?


É possível doar bens em vida, mas há limitações. O doador deve respeitar a parte da herança que é devida aos herdeiros necessários, a chamada legítima. Essa parte corresponde a, no mínimo, metade do patrimônio, que deve ser preservada para os herdeiros necessários como descendentes, ascendentes, e cônjuge.


3.4 Qual a diferença entre testamento cerrado e testamento público?


O testamento cerrado é escrito pelo próprio testador ou por alguém a seu pedido e não revela seu conteúdo no momento da assinatura, sendo entregue a um notário na presença de testemunhas. Já o testamento público é redigido por um tabelião em seu livro de notas conforme a declaração do testador e lido em voz alta perante testemunhas.


3.5 Como é calculado o imposto sobre a herança?


O imposto sobre a herança é calculado com base no valor dos bens deixados pelo falecido. A alíquota varia de acordo com a legislação de cada estado no Brasil, geralmente entre 4% e 8%. O cálculo considera o valor de mercado dos bens no momento da morte e pode ser reduzido por dívidas e encargos deixados pelo falecido.


3.6 Há diferença na herança de filhos biológicos e adotivos?


Não, não há diferença. No Direito Brasileiro, filhos adotivos têm os mesmos direitos que filhos biológicos, incluindo os direitos sucessórios. Eles têm direito à herança de forma igualitária, sem qualquer distinção.


3.7 O que acontece com as dívidas do falecido?


As dívidas do falecido são transmitidas junto com a herança. Os herdeiros são responsáveis pelo pagamento das dívidas até o limite do valor dos bens que herdaram. Se o patrimônio não for suficiente para cobrir as dívidas, eles não são obrigados a usar seus próprios recursos para isso.


Estas informações devem ajudar a esclarecer alguns dos aspectos mais complexos da herança. Se você tiver mais dúvidas ou precisar de mais detalhes sobre algum ponto, fique à vontade para perguntar!




Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page